domingo, 26 de setembro de 2010

MARATONA EM COPACABANA - CAPITULO II - O ÍNDIO

Continuando a maratona pelo polo Lido em Copacabana, saí do restaurante Amir muito satisfeito com o que vi  e principalmente com Chefe. Caminhos pelas calçadas de Copacabana em direção ao nosso próximo restaurante a Churrascaria Palace.


http://www.churracariapalace.com.br/
 "Churrascaria Palace é o endereço mais tradicional da categoria, inaugurado há 58 anos ao lado do Hotel Copacabana Palace, o que explica o grande número de turistas que procuram a casa. Segue a fórmula-padrão dos rodízios: carnes assadas em espeto, bufê com saladas, pratos de peixes e frutos do mar, acompanhamentos quentes pedidos na mesa. São 25 opções de cortes como a exemplar picanha borboleta e a costeleta de cordeiro acompanhada de geleia de hortelã."

Este não é o nosso Índio!
Chegando lá, de cara, fomos recebidos pelo Índio ( Índio?????, num tá estranho???), pois é,  foi ele mesmo que nos recebeu. Engraçado esta história de assimilar o nome com a pessoa, pois quando a Carla me falou que eu conheceria o Índio, na minha cabeça veio a figura de um Índio de verdade (meio bobice, né?), mas para grande surpresa o "Índio" simplesmente era o máximo.






Este é o nosso Índio
Sabe aquele cara que ama o que faz!? e é não por que estava na minha presença (pois é, até parece que sou gente) mas prestei atenção nele, ia a todas as mesas e tratava todos os clientes com a mesma atenção e alegria. E como sou fuçador perguntei a alguns clientes assíduos que confirmaram as minhas impressões quanto ao tratamento carinhoso e dedicado que  sempre lhes é dispensado pelo Índio (ei-lho aqui na foto ao lado!). Bom, depois de conhecer essa figuraça, vamos ao que interessa; comeeerrrr!!!!


"Não existe referência exata sobre a origem do churrasco, mas presume-se que a partir do domínio do fogo na pré-história, o homem passou a assar a carne de caça quando percebeu que o processo a deixava mais macia. Com o tempo as técnicas foram aperfeiçoadas, principalmente entre os caçadores e criadores de gado, dependendo sempre do tipo de carne e lenha disponíveis."



Em todas as churrascarias o curioso é: Se vou lá pra comer Carne, por que tem de ter sushi, peixe e outros tipos de preparações que tiram a atenção do item principal, a carne!?. Mas senhoras e senhores, e senhoritas também que estão lendo este blog, existe uma explicação para tal fenômeno e a culpa é das mulheres, simmm das MULHERES! Já dizia a lenda que as mulheres não queriam acompanhar os seus homens a este tipo de estabelecimento, pois como era e ainda é estilo rodízio, elas não conseguiam comer muito, dando um certo prejuízo ao bolso dos homens (ah tá! grande coisa! minha mulher me dá prejuízo em muitas outras coisas, até hoje!) e é por causa das famosas e costumeiras dietas delas, que vemos o desfile de outros pratos sui generis numa churrascaria.

Simulação (imaginem esta cena tá!)

Domingão, o marido chegou do futebol e sua senhora fazendo as unhas na sala.



- Mulher, vamos à churrascaria Palace comer carneeee?
- Na churrascariaaaaa?????? (bem afetada!) e a minha dieta?????
 O marido faz aquela cara e faz outra pergunta:
- E então o que vamos almoçar???
A mulher responde:
- Vamos na casa da mamãe comer uma saladinha e um peito de frango grelhado!!!!

Pena que eu não posso fazer isto com minha sogra!



Aí eu te pergunto: Quem é que quer almoçar na casa da sogra no final de semana???? Tudo bem sei que o nosso silêncio é a nossa resposta! Mas não é pra xingar esta filha da @&%*#¨¨§, hein?!











Foi daí que as churrascarias para atrairem a atenção das mulheres começaram a diversificar seus produtos, incluindo no seu cardápio comida japonesa, muito mato, diversos tipos de mato (Nossa!!!!! a Nina, coelha da minha filha ia fazer a festa!). Aí eu te pergunto:  Está errado?? Claro que não, o mercado precisa sobreviver e foi uma boa solução para que esta cultura não acabasse.



"Na América do Sul a primeira grande área de criação de gado foi o pampa, extensa região de pastagem natural que compreende parte do território do estado do Rio Grande do Sul, no Brasil, além da Argentina e Uruguai. Foi ali que os vaqueiros, conhecidos como gaúchos, tornaram o prato famoso e típico."

Ih Caramba! deixa eu voltar para o Índio.

O Índio é o que chamamos de multiuso pois ele é churrasqueiro, atendente e costeleiro.

Costeleiro?  Existe esta profissão?  Pois é, achei um costeleiro.

Costela do Índio! Não dá água na boca?
Costeleiro é o individuo que apenas prepara a costela, e minha gente não é uma simples costela é a COSTELA. Pra começar o tempero dele é muito bom, eu não vou dar a receita aqui, porque eu gostaria que ele fizesse isso no programa (acompanhem o programa) e como respeito muito meu trabalho, primeiro lá, depois aqui.  Depois  ele tira até 6 cortes diferentes na peça de costela,  fazendo-nos descobrir sabores diferentes numa única peça (e olha que nem sou chegado a costela hein!). Olha que a maneira dessa figura "vender o seu peixe" é que faz a diferença.





- Ah! ainda vinham os passadores de churrasco, vocês acham que eu dei conta? Claro que dei, afinal sou profissional. (rsrsrs)






"A carne assada era a refeição mais fácil de se preparar quando se passava dias fora de casa, bastando uma estaca de madeira, uma faca afiada, um bom fogo e sal grosso, ingrediente abundante que é utilizado como complemento alimentar do gado."


"A partir dali o costume cruzou as regiões e se tornou um prato nacional, multiplicando-se as formas de preparo, o que gera entre os adeptos muita discussão sobre o verdadeiro churrasco, como por exemplo a utilização de lenha ou carvão, de espeto ou grelha, temperado ou não, com sal grosso ou refinado, de gado, suíno, aves ou frutos do mar."


"O correto é afirmar que não existe fórmula exata, uma vez que cada região desenvolveu um tipo diferente de carne assada, mas, sem dúvidas, a imagem mais famosa no Brasil é o churrasco preparado pelos gaúchos, expressão que virou nome do cidadão nascido no estado do Rio Grande do Sul."

1 comentários:

bu Marcia Pedroza disse...

Amico. vc esteve ao lado da minha humilde residencia e nem me chamou, que feio!!!! Amo a Palace e dou uma dica pra quem gosta da churrascaria, no site da casa voce pode se cadastrar e pagrar menos pelo rodizio assim como seus convidados. Ainda recebe informaçao sobre promoçoes de aniversario e eventos. Vale a pena viu!!! Fica a dica!!!! Bjs

Postar um comentário

 
Powered by Blogger