quinta-feira, 23 de setembro de 2010

A HISTORIA DA GASTRONOMIA NO BRASIL

Estou estudando mais um pouco sobre a nossa gastronomia e achei este texto da sociedade digital, espero que ajude muito como informação.

A História da Gastronomia no Brasil
Escrito por: Izildinha Botelho


Gastronomia: É a arte de cozinhar de modo que se dê o maior prazer a quem come


Gastrônomo: É o amante das boas iguarias (comida fina ou apetitosa)

Escrever sobre a gastronomia de um país grande como o Brasil é meio difícil pelas diferenças regionais.

Desde o descobrimento do Brasil em 1500 até os dias de hoje, muitos povos que vieram para o Brasil trouxeram suas culturas, crenças e hábitos, que de certa forma misturaram-se a nossa cultura e a nossa gastronomia. Desse modo cada imigrante que veio para o nosso país trouxe sua preferência alimentar.


A Europa registrou sua participação na nossa cultura alimentar em várias cidades brasileiras. Portanto a gastronomia brasileira se deve a influência de vários povos.


O legado português aqui chegou quando Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil numa de suas navegações, eles trouxeram de regiões do Oriente, Índia, os condimentos (substância aromática, que realça o sabor dos alimentos, tempero), e que começaram a ser usados pelos índios, localizados na cidade de Porto Seguro na Bahia. Trouxeram também presunto, vinho, pão, açúcar etc.. Como eles também encontraram aqui animais, plantas e peixes que não conheciam. Os portugueses trouxeram seus hábitos alimentares com suas influências assim também o fizeram os orientais dentre tantos outros, a cultura negra que através das escravas africanas que trabalhavam na cozinha das fazendas é até hoje o maior e mais rico tempero na gastronomia brasileira, na qual também foi adicionado um pouco da cultura indígena, mas o maravilhoso e ter todos esses registros culiários presentes até os dias de em nossa cozinha.


A participação espanhola e portuguesa se confunde na sua semelhança, pois os dois países tiveram influência dos árabes.
Mas foram os alemães os primeiros a vir fundar colônias no sul do país, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, e também no Espírito Santo. O alemão não trouxe só a influência, mas um reforço de certas espécies que foram utilizados pelos portugueses, como a cerveja e as carnes salgadas e defumadas.


Os gregos e romanos já tinham todo cuidado de como preparar a alimentação. Os romanos eram mais criativos, pois eram mais valorizados.


Entre 1860 e 1890 desembarcaram 974 mil italianos no Brasil e também trouxeram um gosto especial pelas massas com farinha de trigo, com os molhos densos e condimentos. Ninguém conseguiu mudar a alimentação italiana que acabou participando e muito na gastronomia brasileira.

Toda culinária nacional é formada por cozinhas regionais. No Brasil as influências foram muitas. A partir delas apareceram adaptações e variações. Como a cozinha sertaneja, nordestina, caipira, tropeara, mineira, gaúcha, da fazenda e outras. Hoje se tem uma nova era de pesquisa devido à atenção sobre a origem dos pratos, aos ingredientes e a evolução das receitas.


Foi desde 1955 que iniciou o conceito de comer rápido e com as mãos.


A comida japonesa é admirada no mundo por que prioriza a apresentação dos pratos e a simplicidade no preparo dos alimentos, ela consegui combinar sabores e textura. Usa pouco tempero, e tudo deve ser feito na hora, e se usa só alimento resfriados e não congelados. A refeição japonesa é feita com tempo para se liberar emoção.

Não podemos esquecer que a revolução industrial nos trouxe avanços tecnológicos como: fogão a gás, a pasteurização, a refrigeração e a luz elétrica. Com a luz elétrica os jantares começaram a ser servidos mais tarde, assim o chá das cinco,criado na Inglaterra, transformou-se em mais uma refeição.


Alimentar nos dias de hoje não é só mais uma necessidade física, mas é também uma forma prazerosa de se alimentar.

Nos dias de hoje a gastronomia está estimulando o turismo, pois com o turismo a rede de hotéis aumentou, a assim aumentou também a mão de obra especializada.


A gastronomia é uma arte das mais antigas e sua principal matéria prima são os alimentos, pois é nela que utilizamos todos os nossos sentidos. Ela esta cada vez mais apurada, pois o consumidor esta também cada vez mais exigente, tem o paladar mais apurado e ávido por conhecer o sabor dos alimentos além de adorar seu visual mais aprimorado e sedutor, com isto aumenta seu prazer durante a refeição e consequentemente ele voltará para novas experiências degustativas.

5 comentários:

bu jailma soares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bu jailma soares disse...

Interessante saber que nossa cultura ainda está sendo muito valorizada, isso nos mostra a importância de buscar a informação para o nosso povo

bu alan preto disse...

valeuuuuuuuuu ajudo muito lekkkkk
tu e daora
tu e sensasional

bu Auriene disse...

AMO COZINHAR,ADORO APRENDER COISAS NOVAS
MUITO BOM SABER QUE A NOSSA CULTURA ESTÁ SENDO VALORIZADA AO MUNDO TODO.

bu Gildete Santana disse...

Estou começando uma nova etapa na minha vida,apesar dos 60 anos,gostei bastante de td o conteúdo,já cozinho desde mt criança,já faço pratos de tds as regiões do meu país,é de mts outros,é tenho tb vários criados por mim, muito obrigada pela matéria,adorei saber mais um pouco.

Postar um comentário

 
Powered by Blogger